Top 10 Momentos do Pantera Negra na Guerra Civil

Top 10 Momentos do Pantera Negra na Guerra Civil

Veja também:

Top 10 Heróis Negros na Guerra Civil

 

É fato conhecido por todos, mesmo para quem ainda não assistiu ao filme, que o Pantera Negra foi o melhor personagem da Guerra Civil. Provavelmente, foi a estreia mais impactante de um personagem num filme da Marvel, aclamado pela crítica do mundo inteiro. Porém, antes de existir o filme, como é que foi o Pantera nos quadrinhos da Guerra Civil? Se destacou, se posicionou, fez a diferença? Nos acompanhe agora neste Top 10 Melhores Momentos do Pantera durante a Guerra Civil dos quadrinhos!

Lembrando uma vez mais que o critério para o Top 10 é estritamente pessoal deste presente autor; se concordam, ou discordam, se têm palpites e dúvidas, por favor, declarem-se nos comentários!

image


10. Assumindo a responsabilidade como um líder mundial

 

Inicialmente, T’Challa se mantém neutro em relação à contenda envolvendo a Lei de Registro de Super-humanos - afinal, tratava-se de um assunto estadunidense, e ele, Rei de Wakanda, havia acabado de se casar com a Deusa Tempestade! Contudo, a lua de mel do casal durou pouco, e o Rei e sua Rainha tiveram de partir em viagem diplomática ao redor do mundo para conversar com monarcas sobre-humanos da Terra (e da Lua também); num desses encontros, sentou-se com Namor, Rei de Atlântida, e este procurou convencer T’Challa de que o Rei de Wakanda deveria assumir sua responsabilidade como líder mundial, antes que o mundo se deteriorasse perante o caos da Guerra Civil dos super-heróis nos Estados Unidos. T’Challa inicialmente recusou a oferta, mas, influenciado por Ororo, e também irado pelo assassinato do Golias nas mãos de um clone do Thor, acabou compreendendo que não poderia se manter neutro por mais tempo naquele evento de tamanha magnitude.


image

9. Orientando os heróis pretos durante a batalha final

 

Durante a saga principal, os heróis negros tiveram destaque razoável, incluindo as lideranças de Luke Cage e Falcão durante todos os eventos mais importantes da Guerra Civil. No entanto, no gibi solo do Pantera Negra, todos os heróis negros tiveram mais destaque agindo em conjunto com T’Challa, principalmente a superpoderosa Monica Rambeau. Em especial, na batalha final nas ruas de Nova York, T’Challa lidera seus irmãos com grande eficácia devido ao seu raciocínio rápido e extrema inteligência estratégica, maximizando os pontos fortes de seus aliados e explorando as fraquezas de seus adversários.


image


8. Descobrindo que Tigra era uma agente infiltrada

 

A Vingadora Tigra estava nas fileiras do Capitão América, mas, na verdade, era uma agente infiltrada do Stark para descobrir os planos do time do Bandeiroso. Tigra conseguiu esconder muito bem suas intenções de todos, exceto de T’Challa, mestre em várias técnicas de desmascarar verdadeiras intenções, utilizando uma combinação de sentidos aguçados, intuição e aprendizado. Dessa forma, o time do Capitão América foi capaz de manipular as informações para enganar o Homem de Ferro e equilibrar a balança a favor dos seus aliados.


image


7. Chutando a bunda do Capitão América outra vez

 

Quando T’Challa decidiu se juntar às fileiras dos heróis anti-registro, teve de descobrir sozinho onde ficava o esconderijo deles, e, quando encontrou, foi emboscado e testado pelo Capitão América em pessoa. Após uma troca de sopapos e piruetas, T’Challa mais uma vez faz Steve Rogers lamber o chão - apesar da bravata de Rogers de que aquilo não foi uma luta real e etc.


image


6. Salvando criança de uma multidão enlouquecida

 

Após a visita de T’Challa e Ororo na Casa Branca, uma multidão enlouquecida aguardava para ver, nem que fosse por vislumbre, aquele casal Rei e Rainha do Mundo. No entanto, os ânimos acabaram se exaltando, teve empurra-empurra, e então T’Challa percebeu de longe uma criança correndo risco de ser pisoteada pela população. O Pantera Negra agiu imediatamente, mesmo sabendo que aquela ação era a desculpa que o governo estadunidense estava esperando para por as mãos no Rei; apesar de todas essas variáveis políticas traiçoeiras, T’Challa pensou primeiro na criança, saltou como um raio para dentro da multidão, e com a ajuda de Tempestade, conseguiu salvar a criança do pior.


image


5. Invadindo a Prisão 42

 

Já nas fileiras do Capitão América, T’Challa ficou responsável de invadir a terrível Prisão 42, projetada por Stark e Reed Richards, a qual consistia num complexo ultra-tecnológico que abrigava um portal dimensional para encarcerar super-heróis rebeldes na hedionda Zona Negativa! Era virtualmente invadir aquelas instalações, mas, graças a genialidade de T’Challa, e agindo em conjunto com a poderosa Monica Rambeau, o Pantera possibilitou que o time do Capitão América conseguisse invadir a Prisão 42 para libertar seus aliados e confrontar o grupo do Stark. Grande destaque para a Monica Rambeau, a Capitão Marvel original, que foi subaproveitada na saga principal, mas o gibi solo do Pantera mostrou seu papel fundamental  dos seus poderes de luz para invadir os circuitos superprotegidos da Prisão 42.


image


4. Colocando a Casa Branca no seu devido lugar

 

Quando pisou em solo estadunidense pela primeira vez durante a Guerra Civil dos super-heróis, T’Chall e sua esposa Ororo foram convocados pelo presidente Bush para uma conversa na Casa Branca. No entanto, o presidente se aproveitou disso para forçosamente tentar registrar a Rainha Tempestade, alegando que não poderia conversar com uma super-heroína americana que não estivesse de acordo com a lei. Furiosos, T’Challa e Ororo simplesmente deram as costas para as autoridades estadunidenses, e com muita categoria e classe se recusaram a participar daquele embuste ridículo e puseram os norte-americanos no seu devido lugar.

image


3. Colocando Stark no seu devido lugar

 

Não foram poucas as vezes em que T’Challa e Stark se encararam frente a frente durante a saga da Guerra Civil. A primeira vez foi quando Stark, de forma arrogante e desrespeitosa, meteu o dedo no rosto de T’Challa na ocasião em que era um convidado de casamento do Rei com a Deusa Tempestade. Nesta, e também em outras ocasiões - quando as autoridades estadunidenses utilizaram de justificativas frágeis para atacar a Rainha e o Rei, T’Challa peitou Stark, tanto com palavras quanto com porrada, e colocou o Homem de Ferro no seu devido lugar.


image


2. Colocando Doom no seu devido lugar

 

Enquanto a Guerra Civil dos super-heróis acabava de começar nos Estados Unidos, Rei T’Challa e Rainha Ororo viajavam para se encontrar com monarcas sobre-humanos, e o primeiro foi o Doutor Destino, soberano da Latvéria. Na verdade, Destino que havia convidado T’Challa, para propor uma aliança de monarcas para dominarem o mundo enquanto os super-heróis se matavam nos Estados Unidos. Com a arrogância e estupidez que lhe são características, Victor von Doom foi extremamente grosseiro com a Tempestade e chegou ao ponto de declarar em alto e bom tom a antiga falácia racista que determina que pessoas negras são naturalmente atletas pra compensar seu suposto baixo intelecto. Só que T’Challa rebateu com a verdade - que é inclusive verdade neste mundo real nosso - que enquanto os africanos já haviam criado civilizações com sistemas filosóficos, matemáticos e científicos, os europeus ainda se arrastavam em cavernas primitivas. Doom ficou irado com essa afirmação e com a recusa de T’Challa, e ataca o casal traiçoeiramente em seu castelo com seus muitos robôs, mas Pantera Negra e Tempestade botam pra qubrar e humilham o Doutor Destino em seu próprio território!


image


1. O Casamento

 

Alguém esperava algo diferente para o número um?

O Casamento do Século! Numa edição especial de seu gibi solo, Rei T’Challa se casa com a Deusa Tempestade, num casamento que reuniu celebridades e personalidades desde e  de outros mundos, desde os presidentes Bush e Fidel Castro, passando pelos principais heróis, Vingadores, X-Men, Quarteto Fantástico, até mesmo personalidades alienígenas. A imprensa do mundo inteiro estava em polvorosa! Foi neste grande casamento em que heróis anti e a favor do registro conseguiram conversar sem se estapear; foi neste casamento em que vimos a figura de Isaiah Bradley, o homem negro que foi Capitão América na Segunda Guerra Mundial, sendo homenageado em pessoa pelo Golias, Monica Rambeau e Luke Cage; foi neste casamento que vimos o encontro emocionante entre as avós paterna e materna da Rainha Ororo - ambas perderam os filhos, que foram os pais de Ororo; foi neste casamento que presenciamos a união espiritual e a consagração do matrimônio do casal pelo próprio Deus Pantera - que, na verdade, é a Deusa Egípcia Bast. Foi neste casamento que presenciamos muitas outras coisas impressionantes que dariam um post inteiro… foi um evento de tamanha magnitude que atraiu até mesmo a presença de Uatu, o Vigia, que tudo vê e só testemunha pessoalmente acontecimentos que afetam diretamente a ordem cósmica do Universo! O Casamento do Rei T’Challa e da Deusa Ororo foi sem dúvida um dos grandes acontecimentos Marvel de todos os tempos.


06/10/2016
Fábio Kabral

Fábio Kabral

Redator

Escritor caótico e menino do rio que vai conquistar o mundo com uma flecha só.